Banheiros novos na casa de praia: ótimo resultado, custo reduzido!

Depois que postamos no Instagram a reforma de um banheiro que fizemos na Barra do Sahy, tivemos muitos pedidos para que mostrássemos um pouco mais desse projeto. Então, vamos lá!

A casa foi construída há cerca de 30 anos, de forma bem rústica. Fizemos uma reforma geral, procurando manter o seu espírito descontraído, mas tirando o peso da idade e deixando os ambientes mais claros e alegres.

BLOCO 2 ANTES DA REFORMA

BLOCO 2 ANTES DA REFORMA

ANTES DA REFORMA

ANTES DA REFORMA

Hoje vamos nos concentrar nos banheiros das quatro suítes, que ficam no bloco de trás, sendo dois no térreo e dois no pavimento superior. Todos tinham piso de cerâmica 10x10 com rejuntes largos (típico daquela época), encardidos e difíceis de manter limpos, principalmente na área do chuveiro. Para completar, o piso dos banheiros do pavimento superior eram pretos, o que escurecia bastante esses ambientes.

Todas as paredes eram bastante irregulares, com acabamento apenas na massa grossa e tinta PVA branca. (Aqui vale um alerta importante: não vale a pena economizar na tinta do banheiro! Se você optar por pintura, lembre-se que a tinta deve ser adequada às condições do ambiente e, nesse caso, resistir à umidade. Nas paredes do box, em especial, recomendamos colocar um revestimento cerâmico ou porcelanato, para garantir a proteção necessária).

ANOTAÇÕES ANTES.jpg

Um ponto positivo dos banheiros era a quantidade de janelas, que deixavam a luz do sol entrar e promoviam uma ótima circulação de ar. O problema é que as esquadrias estavam presas a grandes batentes de madeira, tomados por cupins.

 

As bancadas eram de madeira natural escura, com cuba de sobrepor. Resultado: a água sempre espirrava, molhando a madeira, que precisava de manutenção constante no verniz.

Nos banheiros do térreo, as bancadas eram pequenas e chanfradas, ficando em um canto de parede em frente à porta, enquanto sobrava muito espaço vazio.

BANHEIRO DO TÉRREO ANTES DA REFORMA

BANHEIRO DO TÉRREO ANTES DA REFORMA


Agora que você já entendeu como eram os banheiros, vamos à obra!

Retiramos os pisos, os forros e batentes de madeira, as louças, bancadas e assessórios. Regularizamos as paredes mais tortas para receber as novas bancadas e o revestimento dos boxes. Substituímos o encanamento antigo e reposicionamos os pontos hidráulicos e elétricos.

ELIMINAMOS OS CHANFROS NOS CANTOS DOS BANHEIROS DO TÉRREO

ELIMINAMOS OS CHANFROS NOS CANTOS DOS BANHEIROS DO TÉRREO

Sahy_cerâmica e impermeab..jpg
ESTE É O MOODBOARD DE ACABAMENTOS QUE MONTAMOS PARA O PROJETO

ESTE É O MOODBOARD DE ACABAMENTOS QUE MONTAMOS PARA O PROJETO

Sahy_obra box.jpg

Assentamos a cerâmica nas paredes do box. Escolhemos um padrão retangular, na cor branca, que remete à areia da praia, com leves ondulações. Ficou incrível!

Assentamos o porcelanato amadeirado do piso, com rejunte mínimo e rodapé alto. Escolhemos um tom claro, com leve pátina branca, que aquece sem pesar o visual. Não temos preconceito na hora de especificar esse tipo de produto. É a tecnologia trabalhando a favor do meio ambiente. A natureza agradece!

Sahy_ralo linear_e.jpg
Sahy_bacada, louças e metais.jpg

Para fazer o tampo, a saia e o frontão da bancada, optamos por um mármore branco de ótimo custo, que encontramos em uma marmoraria da região. Com alguns veios verdes muito suaves, o que poderia ser motivo de descarte, neste caso caiu como uma luva. Realmente, um achado!

 

GABINETE COM NICHO E GRELHA PARA VENTILAÇÃO

GABINETE COM NICHO E GRELHA PARA VENTILAÇÃO

Projetamos os gabinetes em MDF especial para áreas molhadas. Criamos um nicho coringa, que serve para armazenar toalhas extras, papel higiênico e até para deixar a nécessaire da temporada. Para ventilar o compartimento interno dos armários, criamos detalhes com grelhas vazadas de alumínio branco.

Pintamos as portas e janelas em um tom de verde das folhagens locais, integrando o interior da casa à área externa.

Instalamos bacias com caixa acoplada, que economizam água e facilitam a manutenção. Acrescentamos também uma ducha higiênica em cada um dos banheiros.

PAVIEMENTO SUPERIOR

PAVIEMENTO SUPERIOR

PAVIMENTO TÉRREO

PAVIMENTO TÉRREO

Por fim, instalamos os boxes de vidro incolor, grandes espelhos e novos toalheiros e papeleiras.

Sahy_detalhe box.jpg

Essa foi uma reforma sem grandes despesas, que promoveu uma enorme mudança no aspecto geral dos banheiros, melhoria na saúde dos usuários e praticidade de manutenção.

Sahy_depois 2.JPG
Sahy_depois 1.JPG

QUARTO DESCOLADO – Parte 4: Ficou pronto!

Para quem acompanhou todo o processo de transformação do quarto da Ju, do início do projeto até o final da execução, chegamos ao momento tão esperado em que o antigo dormitório de criança deu lugar a um novo ambiente, mais adulto e super descolado!

geral.jpeg

Cada detalhe foi pensado com muito carinho para atender às necessidades e expectativas da nossa cliente, que cresceu e se tornou uma jovem antenada, prestes a ingressar na faculdade.

Pensando nisso, escolhemos a escrivaninha a dedo! Adoramos esse modelo, em madeira e couro natural. Além de ser uma peça linda, ela é espaçosa e permite que os momentos de estudo tenham todo o conforto. A Ju amou!

escrivaninha.JPG

Para completar o conjunto, projetamos um gaveteiro com rodízios, na mesma madeira da escrivaninha. Desenhamos os cantos curvos, deixando o móvel mais feminino. Entregamos a responsabilidade de executá-lo ao nosso melhor marceneiro, que caprichou no acabamento. A cereja do bolo são os puxadores de couro e cobre. Ficou incrível!

detalhe escrivaninha.JPG

Desenhamos todo o mobiliário seguindo a mesma linguagem: a mini-cômoda, a cama, o nicho lateral e a estante, que funciona como uma divisória para a área de estudo.

As grandes lâmpadas de filamento são um charme e proporcionam a iluminação tranquila com que a Ju sonhava. Repare no detalhe: elas são ligadas diretamente na tomada e dispensam fiação no teto.

lamp.jpg
painel, luminárias, criado.JPG

E quem disse que arquiteto não aproveita nada? A cadeira giratória era de muito boa qualidade. Nós só trocamos a telinha do encosto, que era branca por preta e estofamos o assento, que ganhou o mesmo tecido de alta performance na cor tangerina das almofadas.

escrivaninha,poltrona.JPG

Por falar em tecidos, nós montamos a cartela com cores quentes, para deixar o ambiente bem aconchegante. Quando a Ju viu a seda rústica colorida... ficou apaixonada! Como é muito especial, o seu valor está acima da média dos outros tecidos. Resolvemos a questão do orçamento comprando a quantidade para fazer apenas uma almofadinha. Foi o suficiente. Ela ganhou destaque na composição, a Ju ficou feliz e o conjunto todo coube no bolso dos pais.

Essa é uma boa dica para quem está decorando e tem orçamento enxuto: monte uma composição geral com itens básicos e invista em detalhes que façam realmente a diferença.

cama.jpg

Reparou na passadeira kilim que garimpamos? Ela tem todas as cores que trabalhamos no projeto e deu o toque final para deixar o quarto ainda mais acolhedor.

Gostou? Lembra de como era o quarto da Ju, que fizemos quando ela ainda era uma criança?

Veja como ele cresceu!

quartos (2).jpg

Nós adoramos os dois, mas cada um reflete o momento de vida da época.

Esperamos que esse projeto sirva de inspiração para que você também faça transformações no seu quarto, sala, varanda, cozinha ou outro ambiente que esteja precisando de uma reforma para ficar com a sua cara atual. Se esse for o seu caso, entre em contato com a gente, que estamos prontos para te ajudar!

QUARTO DESCOLADO – Parte 3: Obra

O nosso projeto foi aprovado pela Ju!  O passo seguinte foi fazer todo o detalhamento executivo, os orçamentos e, então, partimos para a obra!

Retiramos o caixilho que dividia o quarto do terraço, nivelamos o piso que era mais baixo, completamos o assoalho de madeira e refizemos o forro de gesso para que pudesse esconder a viga. Também alteramos o envidraçamento da sacada, aproveitando os vidros existentes e mudando apenas o sentido da última folha. Assim, ainda sobrou um cantinho aberto da varanda para colocar um vaso de planta e manter a ventilação da janela do banheiro.

Contrapiso nivelado para receber o assoalho de madeira: o quarto cresceu!

Contrapiso nivelado para receber o assoalho de madeira: o quarto cresceu!

pintura do novo forro de gesso

pintura do novo forro de gesso

Olha só que ideia bacana: para reforçar o clima despojado, nós revestimos um pilar do antigo terraço com aço cortén. Disfarçamos a diferença de espessura entre ele e a parede e ao mesmo tempo criamos um fundo especial para o criado-mudo. Repare que o dente até valoriza o painel, dando a impressão de que a sua espessura é maior.

colocação da chapa de aço cortén

colocação da chapa de aço cortén

chapa de aço cortén colocada: clima descolado garantido!

chapa de aço cortén colocada: clima descolado garantido!

Para esconder o laminado branco do armário e ampliar visualmente o espaço do quarto revestimos as portas de correr com espelho. O resultado foi um sucesso!

as portas dos armários já com os espelhos

as portas dos armários já com os espelhos

Em seguida, instalamos as luminárias e as peças de marcenaria.

Para completar, aplicamos papel de parede em todo o quarto. A parede da escrivaninha ganhou destaque com o papel vinílico de tijolos aparentes. Um recurso limpo e muito rápido para mudar completamente o visual do ambiente. Parece até real! Mas atenção: como o quarto é um lugar de descanso, para não ficar muito carregado de informação, revestimos as outras paredes com um papel de padrão mais neutro.

marcenaria e luminárias instaladas. nesta parede ainda falta o papel de parede

marcenaria e luminárias instaladas. nesta parede ainda falta o papel de parede

o papel de parede estampado que será usado em uma das paredes: tijolinhos com textura

o papel de parede estampado que será usado em uma das paredes: tijolinhos com textura

Quase tudo pronto! No próximo post, teremos o quarto completo. Não perca!

QUARTO DESCOLADO – Parte 1: desejo de mudança

Você já parou para pensar se o seu quarto tem a sua cara? Há quanto tempo você não escolhe uma cor diferente de pintura, compra um objeto novo ou muda algum móvel de lugar?

A partir de hoje, vamos mostrar o projeto do quarto da Juliana. Quando era criança, ela dividia o quarto com o seu irmão gêmeo. Vejam só quantos bichinhos de pelúcia!

22-10-2010 008.jpg

Fizemos o apartamento novo da família, comprado na planta, onde cada um ganhou o seu próprio quarto. Quando ficou pronto, a Ju estava com 12 anos. O pink foi a cor predominante, aparecendo nos xales da cortina, no assento da cadeira e nos detalhes da colcha.

Caprichamos no detalhamento de marcenaria, fazendo lambris brancos e nichos com led. Ficou uma graça! Veja as fotos:

foto 1.JPG
foto 2.JPG
foto 3.JPG
 

Hoje a Ju é uma moça linda, cheia de personalidade e com gostos muito diferentes. Claro que, com o passar do tempo, ela deixou de se identificar com o seu quarto antigo.

Na próxima postagem, mostraremos o que essa nossa cliente tão especial nos pediu para fazer no seu quarto novo e como foi o processo da obra de reforma. Não perca!

5 CUIDADOS ANTES DE REFORMAR SUA COZINHA

A cozinha é uma fábrica de sabores e prazeres. Mas, antes de tudo, é um ambiente de trabalho. Por isso, além de linda e inspiradora, deve ser prática e funcional. Diversos fatores devem ser considerados para que o seu sonho não se transforme mais tarde em pesadelo.

Destacamos aqui 5 pontos importantes de um bom projeto. Eles vão te ajudar a planejar e aproveitar melhor esse espaço. Para ilustrar colocamos fotos de uma cozinha que fizemos recentemente.

IMG_4566_(2)-01[1].jpg
IMG_4554_(3)-01[1].jpg

1- BASES DE ALVENARIA – Devem ser executadas antes da colocação do revestimento do piso. Geralmente são revestidas com o mesmo material. Facilitam a limpeza diária e servem de apoio para a marcenaria. É muito importante que sejam menos profundas do que os armários, principalmente na área da cuba, para que no momento da lavagem da louça os pés fiquem bem posicionados em relação ao corpo. Sua coluna vai agradecer!

2- VENTILAÇÃO DOS ELETRODOMÉSTICOS – Fogões, fornos e, também, as geladeiras precisam ventilar, para não superaquecer, causar acidentes graves e até a perda da garantia.  Para o bom funcionamento dos equipamentos embutidos devem ser deixados vãos para ventilação, conforme as indicações de cada produto.  

3- SAÍDA DA COIFA – É bom lembrar que um exaustor, ao contrário de um depurador de ar, trabalha com um duto flexível que deve ser levado até a área externa. Na maioria dos casos, opta-se por escondê-lo acima do forro de gesso, o que proporciona um visual mais limpo. No caso de cozinhas com pé-direito alto e pegada industrial, ele pode ser revestido com aço inox. Fica bem bacana!  Em todas as situações, será necessário existir uma abertura no ponto de saída do duto, com uma grelha, nas medidas indicadas pelo fornecedor.

IMG_4537_(2)-01[1].jpg

4- PONTO DE GÁS – A maioria dos fogões, com exceção dos elétricos, necessita de um ponto de gás. De acordo com a norma, o registro deve ficar deslocado para a esquerda ou para a direita do equipamento e não atrás dele. Recomendamos verificar no projeto a posição exata do fogão e posicionar o registro dentro do armário, de forma que fique escondido, mas com acesso fácil.

5- MARCENARIA – Para aproveitar ao máximo os espaços da sua cozinha, defina com calma o layout e todos os eletrodomésticos antes de partir para o projeto de marcenaria. As medidas desses equipamentos serão importantes para que os nichos fiquem do tamanho certo, sem faltar e nem desperdiçar espaço. Outra dica valiosa é setorizar os armários. Sugerimos colocar as panelas e utensílios de cozinha próximos ao fogão ou cooktop, uma torre para despenseiro e as louças, talheres e copos mais perto da área de refeição.

IMG_4547_(2)-01[1].jpg